Você está mudando para uma nova casa ou por algum outro motivo deseja comprar um colchão novo, mas o orçamento está apertado. E aí, o que fazer? As compras de segunda mão são uma tendência cada vez mais forte hoje em dia, mas para o caso de comprar colchão usado, será que vale a pena?

Cuidado ao comprar colchão usado

Para quem não sabe, o colchão é um produto que tem data de validade e essa pode ser a grande causa da sua dor nas costas e do seu mau humor matinal e até da sua baixa produtividade no trabalho, sabia? Afinal, nada flui bem quando se dorme mal, não é mesmo? Esse deve ser um bom motivo para pensar duas vezes antes de optar pela compra do colchão usado.

Não é só isso. Quando fabricado, o colchão recebe substâncias que o protegem de bactérias, ácaros, pulgas e percevejos e, com o tempo, elas não resolvem mais. O contato com o corpo também ajuda no desgaste natural do produto, tanto que os mais antigos apresentam manchas, buracos e até mau cheiro, o que pode ser perigoso especialmente para quem sofre com doenças respiratórias e alergias.

A recomendação para quem vai comprar um colchão novo é de avaliar o melhor modelo, considerando a altura e o peso de cada um. Nos primeiros três meses de uso, mais ou menos, o colchão vai se adequando ao corpo que repousa nele diariamente e esse é mais um ponto a que os compradores de colchão de segunda mão precisam estar atentos, já que a diferença do biótipo em relação ao antigo usuário pode fazer com que ele não se sinta tão confortável na hora de dormir.

Ao optar por comprar colchão usado, pense bem. Será que essa economia vale o preço das suas noites bem dormidas e tranquilas? Na duvida separamos pra você as opções novinhas em folha mais em conta do mercado. Confira aqui antes de comprar! 

Tem mais dicas! Quer ver? Para isso, clique aqui e baixe a versão completa do Livro do Sono com essa e muitas outras recomendações para uma noite de sono tranquila para o bem da sua saúde.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here