Pagar as contas do mês tem sido um verdadeiro exercício de malabarismo para você? Se a resposta é sim, saiba que você não está sozinho. O momento econômico do Brasil não colabora muito e aí, muitas vezes, é preciso escolher o que pagar primeiro. Se você não tem muito controle sobre os gastos no cartão de crédito, a solução – não muito recomendada – é pagar o valor mínimo indicado no boleto. Mas, será que é possível pagar menos que o mínimo da fatura?

Pagar menos que o mínimo da fatura não é a melhor opção

Pagar o mínimo do valor que vem descrito no boleto do seu cartão de crédito não é uma prática recomendada para ninguém. Os juros praticados por essa modalidade de crédito são altos e pode ficar mais complicado colocar as finanças em ordem se começar a fazer isso com frequência. Pagar menos que o mínimo da fatura pode até dar certo se você tentar pagar pela internet ou no caixa eletrônico, por exemplo. Vale lembrar que existe um contrato com a administradora do cartão e que não é certo que você tenha sucesso. Além disso, é bom tomar cuidado para que o seu nome não fique sujo. Vale dar uma olhada no contrato do cartão.

Sem dinheiro para pagar o cartão? Veja as dicas

Se você clicou nessa matéria é porque está sem dinheiro e busca uma solução para pagar o seu cartão de crédito e fugir das altas taxas de juros. Primeiro, é bom ressaltar que usar o cartão de crédito é uma excelente alternativa, mas é importante manter o controle para não pagar um preço alto demais depois.

A dica mais importante para você que usa o cartão de crédito com frequência é pagar em dia o valor total da fatura. Para evitar as tentações, procure dosar o limite do crédito e peça para o banco deixar disponível somente aquele valor mensal que você consegue pagar e, assim, evitar a bola de neve. Só para se ter uma ideia, de acordo com últimas informações divulgadas pelo Banco Central, a taxa anual de juros do cartão de crédito ficou em 470,7% em julho de 2016, o valor mais alto desde que a pesquisa começou a ser feita pela Instituição.

Se já não tem mais jeito, a bola de neve já existe, e você precisa de uma solução, a melhor delas é tentar renegociar a dívida com a administradora e parcelar o valor total da dívida. Outra opção é buscar por uma dívida mais barata. Pegar um empréstimo para pagar o cartão, por exemplo, pode sair mais em conta. Para saber se vale a pena, é preciso pesquisar e comparar as taxas de juros.

Para evitar que o endividamento aumente, considere suspender o uso do cartão até que as contas sejam pagas ou comece a fazer um planejamento do seu orçamento. Para isso, anote em um papel ou em uma planilha todas as suas despesas fixas e variáveis e comece a prestar atenção em para onde está indo o seu dinheiro. Com essa organização, vai ficar mais fácil colocar as contas em dia e encontrar os melhores caminhos para sanar as dívidas sem precisar deixar de usar o cartão de crédito.

Você vai se interessar por: 

Conheça o Cartão Zema

Desde que você tenha o controle das suas finanças e do seu orçamento, o cartão de crédito é uma excelente opção para pagar suas compras. Com o Cartão Zema Good Card  você ainda tem mais vantagens para comprar nas Lojas Zema e em qualquer estabelecimento comercial credenciado à rede Good Card. São ofertas exclusivas nas nossas lojas, além do prazo especial de até 40 dias sem juros para pagar suas compras. Para saber tudo e contratar o seu, vá até uma de nossas lojas e peça o seu.

Pagar menos que o mínimo da fatura pode não ser uma boa ideia. Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos e comente.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here